22/09/2011

Os caminhos do projeto: novas interações e aprendizagens...

Potes de iogurte...
Mais um objeto para o diagnóstico: Pote de iogurte. Como já era de se esperar os potes de iogurte tão logo foram apresentados, já foram reconhecidos pela maioria dos bebês, e a ação mais comum foi de leva-los a boca como se estivessem bebendo iogurte ou outro líquido. Até as professoras tiveram que experimentar um pouco de iogurte. Mas as interações não pararam por ai, houve ainda quem os utilizaram os copos para encaixar ou empilhar, bateram uns contra os outros, amassaram provocando barulhos e os que fizeram dos copos: mordedores, explorando-os com a boca e dentes.





Desenho animado ambiental: O Pato

As professoras: Edna e Josiane participaram no ano de 2008 de um curso promovido Curso de Designer da Univille e mediado pelo professor Chico Lan. Neste curso foram produzidos alguns vídeos com duração de 1 minuto cada, envolvendo o tema: Preservação do meio ambiente. Ao final do curso foram reunidos em um DVD todos os vídeos produzidos pelos participantes. As professoras Edna e Josiane, neste curso, produziram o vídeo: O Pato, sendo que, ele veio de encontro ao projeto do Berçário em 2011. Para ilustrar o projeto Primeiros passos: Pequenos cidadãos em busca de grandes transformações, as professora apresentaram o vídeo a turma, que acompanhou atenta, a música e a animação.








Professoras e bebês aguardando o desenho animado ambiental: O Pato.
De Vídeo: Pato







Apreciação do desenho...
De Vídeo: Pato




Chocalhos...

E quando os copos de iogurte viraram chocalhos... Foi pura alegria! Alguns bebês acompanharam a transformação dos potes em chocalhos bem de perto. Dentro dos chocalhos foram colocados: sementes, grãos, areia e pedrinhas de praia. Nos momentos de rodas de músicas as professoras utilizaram os chocalhos ecológicos para animar e dar ritmo as canções. Além de muita ginga e sorrisos, cada bebê, a sua maneira, retiraram dos chocalhos diferentes sons e ritmos. Os maiores nem precisaram de motivação das professoras, pois ao entrar em contato com este novo objeto já foram sacudindo e experimentando os sons, e a medida que os bebês manuseavam os chocalhos, iam de encontro as professoras para mostrar suas descobertas. Já os menores foram provocados pelas professoras a movimentar seus braços e mãos para produzir os sons, e em seguida eles já conseguiam realizar a ação, sozinhos. Diferentes melodias foram entoadas e acompanhadas pelos bebês e professoras com seus chocalhos.





Móbiles Ecológicos...

Os móbiles ecológicos foram confeccionados com as tampas (de latas de leite em pó e farináceos), com gravuras e imagens reais (natureza, animais, pessoas e objetos), com barbante, elástico e suporte para móbiles. Agrupando algumas tampas, os móbiles foram pendurados em lugares estratégicos da sala, de modo que, os bebês interagissem durante o dia. Sendo assim, alguns foram pendurados em frente os espelhos e outros no centro da sala. Todos os móbiles ficaram ao alcance dos bebês (uns mais baixos para os bebês que engatinham e/ou ficam sentados e outros mais altos para a interação dos bebês que caminham). Os móbiles foram colocados na sala em um momento em que os bebês estavam no solário, e quando retornaram, surpresa! Logo engatinharam ou caminharam na direção dos móbiles e como o móbile do centro da sala era o mais visível, foi o primeiro a ser explorado. E para a surpresa das professoras, na interação com o móbile, um dos bebês ficou de pé sozinho pela primeira vez. Comemoração total! Os barbantes do móbile possibilitaram aos bebês que se erguessem e ficassem de pé para manuseá-los. Cada parte do móbile possibilitava a observação de uma diferente imagem, e tanto os pequeninos quanto os maiores permaneceram por momentos observando e contemplando o que viam. Os bebês maiores ao observar animais, logo falavam: “au – au”; também falavam: “mamãe” ao ver mulheres e “nenê” quando viam bebês. Nas imagens de alimentos, houve os que lambiam ou beliscavam as imagens e ainda as ofereciam para as professoras. A cada momento do dia era e é possível, pois os móbiles continuam na sala, ver os bebês interagindo e brincando com os móbiles.





Cantinho dos livros e da leitura...

Como todos já puderam observar, as caixas de leite foram exploradas pelos bebês do Berçário de diferentes maneiras. Depois deste primeiro contato, as professoras levaram para a sala revistas e com o auxílio dos bebês rasgaram as folhas, as amassaram e em seguida as colocaram dentro das caixas de leite. A ideia inicial era de colocar dentro das caixas sacolas de plástico, mas as professoras perceberam que teriam de arrecadar um número grande de sacolas, estimulando ainda mais o consumo delas, deste modo optou-se por folhas de revistas usadas. Após as caixas serem preenchidas com papéis, elas foram unidas e pouco a pouco se transformaram em pequenos móveis (uma estante e quatro cadeiras) e eles passaram a fazer parte de um novo espaço na sala do Berçário I, o Cantinho dos livros e da leitura. A curiosidade fora despertada logo que os bebês observaram este espaço, e sem saber rapidamente do que se tratara, foram ao encontro do desconhecido. Um dos bebês passou todo o tempo entretido com a organização da estante, retirando os livros de um lado e colocando para outro, ou ainda guardado os livros que os outros bebês retiravam da estante. Pode-se dizer que ele tomou para si a organização do espaço. Com as cadeiras confeccionadas com caixas de leite, os bebês assim que as viram como cadeiras, trataram logo de empurrá-las pela sala, provocando o caminhar naqueles que ainda não andam. A função principal do objeto é para sentar-se e isso também aconteceu, mas cada um sentou-se nas cadeiras como melhor achara. As interações foram acontecendo e à medida que os objetos eram manuseados e passavam a serem conhecidos, os livros tornaram-se o foco principal e as leituras e olhares foram acontecendo em direção destes que são as janelas para diferentes mundos e são nos livros que os bebês se deliciam e não se cansam de explorá-los. O cantinho dos livros e da leitura será um canto permanente no Berçário possibilitando o contato direto com os livros durante todo o dia.



Aguardem... Novas postagens...

Nenhum comentário:

Postar um comentário